Follow by Email

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Como é o chamado Nobre Silêncio praticado nos retiros zen budistas rigorosos?


Existe o mito de que os ocidentais, em especial os brasileiros, são incapazes de praticar o silêncio da prática espiritual tradicional. Na verdade os monges trapistas o fazem há séculos nos mosteiros católicos de sua ordem.
As instruções para os retiros praticados na Comunidade Zen Budista de Florianópolis estão abaixo, podemos dizer que os brasileiros, se bem instruídos à respeito, são perfeitamente capazes de seguir tais instruções:

SOBRE O NOBRE SILÊNCIO

Este é um sesshin com prática de silêncio, este significa silêncio de comunicação. Não nos cumprimentamos, não cochichamos, não dizemos obrigado ou desculpe, simplesmente prestamos a máxima atenção ao que estamos fazendo e nos empenhamos em ser perfeitamente gentis, sempre cedendo lugar aos outros ou esperando que passem. Evitamos olhar os outros nos olhos ou fazer qualquer gesto de comunicação, como sorrir ou acenar com a cabeça. Se um coordenador dá instruções, as ouvimos em silêncio e executamos o solicitado sem considerações egóicas ( nem em pensamento: está certo, podia ser feito de outra forma etc...)
Tome como princípio, em todo o sesshin, que você está voltado para sua descoberta interna e que qualquer agitação trazida por palavras, elogiosas ou não, será uma perturbação. Assim nunca ande em duplas, ou ceda a tentação de conversar, respeite o silêncio alheio, ande sempre sozinho e faça o que tem de fazer: meditar, ouvir e calar.