Follow by Email

domingo, 5 de outubro de 2008

Será que o Nada que Eckart cita não é o nada?


O problema é este pensamento dual: existe – não existe, ele expressa a chamada mente dualista: em cima x embaixo, direita x esquerda, bom x ruim, pecado x virtude, esta mente que treinamos com a linguagem é falsa como instrumento para esta compreensão, funciona bem só até um certo ponto, como você está preso a esta mente não pode dar este salto. Grande parte do treinamento do zen é para explodir esta mente da linguagem. Curiosamente ela também é aplicada à linha do tempo: direita x esquerda, atrás x na frente, e isto aprisiona o homem em uma linha newtoniana de representação mental, assim acreditamos em passado e futuro como realidades.

(Amigos, estarei em retiro até sexta 10/10, não poderei postar no blog)