Follow by Email

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Apreciar a vida


"As coisas mudam. Para as pessoas em geral,isso traz muito desencanto. Não se pode confiar em coisa alguma. Não se pode ter nada. E você verá o que não gostaria de ver. Encontrará alguém de quem não gostará. Se quiser fazer algo, poderá descobrir que é impossível. Desse modo, se sentirá desanimado pelo modo como as coisas se encaminham. Como Budista, você está mudando o fundamento de sua vida. As coisas mudam é o motivo pelo qual você sofre nesse mundo e se sente desencantado. Ao mudar sua compreensão e seu modo de vida, poderá apreciar completamente sua nova vida a cada momento. A temporalidade das coisas é o motivo pelo qual se aprecia a vida. Ao se apreciar desse jeito, sua vida se torna estável e cheia de significado.
Portanto, a questão é mudar a sua compreensão de vida e praticar com a compreensão correta."

"O único caminho é apreciar sua vida.(...) É por isso que praticamos o zazen. A coisa mais importante é ser capaz de apreciar a vida, sem ser enganado pelas coisas."
Fonte:Suzuki, Shuryu. Nem Sempre é Assim: Praticando o Verdadeiro Espírito do Zen. São Paulo: Religare, 2003.