Follow by Email

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

O choque da volta do retiro


Alguns participantes ao final de um sesshin em Florianópolis.

P: Após alguns dias (8) de meditação tanto sentada como no dia-a-dia e muita prática budista levei um choque ao olhar para as pessoas ao meu redor: tanto sofrimento, tanto caos, tanta complicação, agora as pessoas me pareceram frágeis e indefesas e ignorantes. Mas isso ao ponto de me assustar, e simultaneamente me veio um sentimento de querer ajudá-las, mesmo sem saber como.
Gostaria de saber se isso ocorre com a maioria dos novatos, e se existe um choque semelhante quando se faz sesshin, ou algum outro tipo de retiro e se retorna a sociedade.

R: Sim, este é um sentimento comum, como se de repente notassemos a loucura do mundo. É deveras importante, pois esta visão nos faz considerar a vida que levamos até agora, e como poderia ser uma vida plena. Com este sentimento podemos nos aprofundar na prática pois não quereremos retornar ao mundo ilusório em que costumavamos viver.