Follow by Email

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Sesshin de novembro



Almoço de confraternização, final do sesshin de inverno.

INSTRUÇÕES PARA O SESSHIN

REGRAS PARA O ZENDÔ

Todos nós estamos sendo carinhosamente chamados a prestar atenção para os itens a seguir, e desenvolver um entendimento da correta atitude a ser mantida no zendô:
· Nós entramos no Zendô com o pé esquerdo fazemos uma reverência em sasshu, e seguimos para o nosso lugar;
· Quando estamos caminhando no Zendô, colocamos as mãos em posição de Shashu (como KinHin). Normalmente nós caminhamos pelas laterais da sala, não pelo centro. Não atravessamos na frente do altar nem de onde o Monge se senta;

· Todos devem estar sentados antes do Monge chegar; ninguém entra depois que o Monge já está sentado. Para entrada ou saída, utilizam-se os intervalos de KinHin;

· Depois de cada zazen, as pessoas arrumam o seu Zafu e Zabuton e fazem duas reverências em Gasshô (para o local onde está sentado e para o centro).

A compreensão do caminho correto a ser seguido vem do conhecimento das regras e da sua prática repetidas vezes, e através da observação dos outros.



REGRAS PARA AS REFEIÇÕES COM ORYOKI

As refeições são um prolongamento do zazen, entretanto estaremos usando mesa e cadeira na sala de refeições, portanto siga as instruções:

concentrar-se no que você está fazendo;
mastigue bem;
não coma demais
postura de zazen,
não se recoste se a cadeira tiver encosto;
respiração de zazen;
foco dos olhos tal como o zazen.
LEMBRETES

· Depois do Zazen, apenas saia do Zendô, sem fazer reverência.
· Não faça ruídos dentro do zendo.
· Sapatos no lado de fora do Zendô.
· Roupas durante o sesshin devem cobrir ombros e pernas e ser com cores discretas.
· Recomenda-se que as pessoas com rakusu vistam-se com samu-e.
· Não use relógios nem traga celulares, devem ser desligados no início do sesshin, os horários são marcados por sons.
· Não utilize perfumes e loções.
· Não utilize maquiagem ou jóias.
· Sempre que ouvir as batidas de madeira, atenda ao chamado e venha de imediato.
· Todas as atividades são conjuntas, nenhuma pode ser não assistida, estamos juntos completamente e jamais abandonamos o zendô exceto em caso grave que precisa ser comunicado ao monge líder.


SOBRE O NOBRE SILÊNCIO

Este é um sesshin com prática de silêncio, este significa silêncio de comunicação. Não nos cumprimentamos, não cochichamos, não dizemos obrigado ou desculpe, simplesmente prestamos a máxima atenção ao que estamos fazendo e nos empenhamos em ser perfeitamente gentis, sempre cedendo lugar aos outros ou esperando que passem. Evitamos olhar os outros nos olhos ou fazer qualquer gesto de comunicação, como sorrir ou acenar com a cabeça. Se um coordenador dá instruções as ouvimos em silêncio e executamos o solicitado sem considerações egóicas ( nem em pensamento: está certo, podia ser feito de outra forma etc...)

Tome como princípio em todo o sesshin que você está voltado para sua descoberta interna e que qualquer agitação trazida por palavras, elogiosas ou não, será uma perturbação. Assim nunca ande em duplas, ou ceda a tentação de conversar, respeite o silêncio alheio, ande sempre sozinho e faça o que tem de fazer: meditar, ouvir e calar.

Gasshô,

Comunidade Zen Budista de Florianópolis
www.daissen.org.br