Follow by Email

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Por que reverenciar?




Afinal, existe sentido em se fazer reverências? Tem sentido fazer prostrações? Essa é uma grande resistência que eu tinha quando comecei no budismo, há quase 50 anos atrás. Eu tinha realmente muita resistência a isso. Hoje eu sei o porquê: eu era uma pessoa orgulhosa. Ajoelhar-se e colocar a testa no chão é muito difícil para quem é orgulhoso. Hoje eu não tenho mais nenhuma resistência. E eu compreendo quando um aluno vem e me diz: "eu tenho muita resistência a cerimônias".