Follow by Email

terça-feira, 24 de julho de 2007

Tenho problemas sérios com minha mãe, somos quase inimigas, o que o senhor me aconselha?

Não fale para ela o que você sente. Escreva, longas, cuidadosas cartas, sem nenhuma crítica sua a ela, apenas reconhecimento, amor, imagine que está escrevendo para ela após sua morte, sem esperar resposta, somente dizendo o que não conseguiu dizer em vida. Mostre-se por dentro, fale de você como quem fala ao melhor e mais ditoso amigo, se ela responder com críticas e acusações não se defenda. Apenas continue dizendo de seu amor por escrito, não ceda a tentação de falar, controlamos mal as palavras e as emoções nos arrastam.
Seja o que for que secretamente ela acalenta, mesmo competição com a filha, qualquer coisa, sem o alimento da discussão terá este carma paulatinamente aliviado e dissolvido, senão agora, em um tempo futuro. Faça isto sem esperar nada, nenhum bom resultado, só para doar a ela o que de melhor há dentro de si. Tente, não é fácil, talvez não pareça compensador agora, mas nada espere apenas dê.