Follow by Email

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Perdas


Sutra Semente de Mostarda (resumido)

Kisagotami era uma pobre viúva que tinha sofrido diversas reviravoltas cruéis na vida. Então, como último golpe, o amado bebê – que era tudo que ela tinha no mundo – morreu.

Ela estava inconsolável e não queria que o corpo fosse cremado. Sofrendo também, um dos vizinhos da vila sugeriu que ela fosse ver o Buda. Ela chegou ante ele com o cadáver ainda em seus braços. "Me dê algum medicamento especial para curar minha criança", implorou.

O Buda já sabia que a mulher não aceitaria a verdade nua, então pensou um pouco. Depois disse: "Sim, posso te ajudar. Vá e me arranje três grãos de sementes de mostarda. Mas elas precisam ser de casas onde a morte nunca tenha ocorrido".

Kisagotami encheu de esperança seu coração. Mas, assim que ia de porta em porta, ouvia uma história de perda após a outra. Naquela noite, quando voltou ao Buda, ela tinha aprendido que o luto não era sua tragédia pessoal, mas uma característica da condição humana, e aceitou o fato.

Tristemente, ela soltou a criança morta. E se curvou ao Buda.

John Snelling, "Elements of Buddhism"
(From "Samsara Blog")