Follow by Email

quinta-feira, 16 de agosto de 2007

Monge, sempre aceito mais tarefas e não tenho tempo para nada...

Entrar em novos empreendimentos é uma maneira de se aprisionar na lógica circular de envolver-se em coisas para então estar muito ocupada e se houver alguma folga envolver-se em algo mais de modo que nunca se esteja realmente livre...
Libertar-se passa obrigatoriamente por não aceitar novos empreendimentos e tratar de viver de outra forma, pode ser que simplesmente não vejamos a posssibilidade de viver de uma forma mais livre, com menos compromissos, e isto mesmo parecer ameaçador por não sabermos como usufruir deste modo mais suave de viver.
Isto é o que se chama de ser um workoolic, uma forma de embriaguez na própria atividade incessante, sem pausas, para não ter tempo de pensar-se mais profundamente. O único espaço que resta então é o das próprias emoções, mas elas são um sonho ilusório, não a clareza de uma mente desperta.