Follow by Email

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Tudo dentro de nós


P. O mundo é real, existe. Mas a minha mente cria uma representação do mundo. Então a mente pura, evoluída transcende esta representação?

R. Transcende e é isto que é a visão clara, a iluminação. Você vê a realidade última, o mundo tal como ele é, com as suas formas realmente, mas você vê o que estas formas são, inclusive você mesmo e os outros, que são manifestações daquela realidade última e não coisas separadas por si mesmas, e sim coisas todas interdependentes em uma teia, então você pode olhar para uma folha de papel (é célebre esta explicação) e ver que não é só uma folha de papel. Na realidade é madeira moída com cola, mas o que é madeira? Sol, água, chuva, carbono, material de antigas estrelas que já desapareceram porque neste nosso universo esta é a segunda geração de estrelas. Só por isto temos elementos pesados. Então tudo isto está aqui porque o carbono dessa folha de papel vem daí, dessa origem anterior, compreende? Então todas as coisas são interdependentes entre si e uma mente iluminada vê esta interdependência com clareza absoluta. Então não existe mais aquilo que é individual. A iluminação não é uma coisa miraculosa, fantástica, ela não é isto. Ela é uma percepção além das delusões, porque quando nós olhamos vemos só uma folha de papel, não vemos tudo. Mas se conseguíssemos ver tudo aí sim seria muito diferente, aí todas as coisas que nos perturbam também deixam de importar, já não são mais as mesmas coisas, tudo se alterou na nossa percepção, por isso em certos momentos a ação iluminada é incompreensível. A ação iluminada é incompreensível porque o homem iluminado que sofre uma agressão sente profunda compaixão pelo agressor em vez de sentir em primeiro lugar a dor da sua agressão, porque ele se sente o agressor também porque ele também é o agressor. Vocês sentam aqui nas almofadas e os piores defeitos e pensamentos do mundo surgem nas suas mentes. Nós temos toda a maldade que a humanidade é capaz de executar, dentro de nós. Se não manifesta pelo menos em potência está lá dentro de nós. Isto às vezes é difícil de aceitar porque pensamos que somos bonzinhos, mas nós não somos bons, somos homens, basta ver no zazen.