Follow by Email

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Nós somos o próprio sempre



(Continuação) Esses dias eu escrevi uma frase e achei muito boa: “nós somos o próprio sempre”, precisamos de um salto de compreensão para entender isso. Nada no universo está perdido, porque a informação não pode ser destruída. Algum tempo atrás eu estava lendo um artigo sobre astrofísica e havia a informação de que quando caiu um cometa ele causou determinadas alterações na superfície do planeta e nós podemos deduzir o que aconteceu voltando atrás, fazendo uma regressão. Vamos supor que vocês jogassem uma pedra dentro da água e estivéssemos filmando. Quando ela cai, faz ondas, então rodamos o filme ao contrário e você poderá ver tudo retornando, a pedra saindo da água e voltando para a mão. Nós temos no universo um registro semelhante a isso, de tudo o que aconteceu. Basta rodarmos o filme ao contrário para vermos. (Continua)