Follow by Email

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Templos e títulos no Zen Soto


Cerimônia de refeição em Yokoji, diferentes cores de manto indicam os professores.


São 4 categorias de templos: junhochi, hochi, kakuchi e templo-sede.

Com a Cerimônia de Transmissão do Dharma - graduação "dempô" ou talvez "rikishô" - o monge pode tornar-se responsável por um "junhochi" templo ( mas isto não é garantido ou automático). É monge plenamente formado, mas ainda não foi "confirmado" e registrado formalmente na ordem Soto Shu como tal, para isso é preciso a cerimônia de Zuise.
Depois da transmissão, é feito o Zuise (necessário ir aos templos sede porque isto é feito junto aos túmulos dos mestres ancestrais). Há um prazo de 2 anos para fazer o Zuise (que pode ser extendido por mais 5 anos).

Zuisé - graduação "oshô" - ficou formalmente registrado como monge plenamente formado na ordem Soto Shu.

No caso de um "osho" tornar-se "jûshoku" (monge responsável por um templo "hochi" ou "junhochi"), aí pode ser chamado de "mestre" - Shinsanshiki é a cerimônia de tornar-se oficialmente monge responsável de um templo oficial.

Somente o monge responsável de um templo dá ordenações. Assim, mesmo tendo Zuisé, mas estando trabalhando num templo sem ser o monge responsável, não dá ordenações e não é chamado de mestre. Sensei é aplicável quando um monge que possui a formação completa tem alunos segundo explicação de Saikawa Roshi.

O monge-responsável de um templo "kakuchi" deve ser "dai-oshô". A graduação que o Saikawa Roshi tem como professor, é "dai-kyoshi" (koromo amarelo). Esta graduação é concedida a 150 pessoas. O significado de "dai-kyoshi" é "Grande Professor de Darma" -

Os abades dos dois templos-sede são "zenji" e têm a graduação de "daikyosei" como professores de darma (a graduação máxima).

(extratos de explicação redigida por Monja Isshin e adaptada para leigos por Monge Genshô)