Follow by Email

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Sobre o título do blog

Vez por outra alguém pergunta sobre  este título, partilhado com o livro assim chamado, argumentando que "onde" pede "em", a resposta é que é proposital, para fazer pensar em um paradoxo tipicamente do zen:

R: Por que não é "No pico da montanha" , ou "Os meus pés estão no pico da montanha"?  Porque esta montanha está em todos os lugares, não é um "onde", mesmo os vales são o pico da montanha, sendo onipresente passa a ser uma condição determinada pelos pés e não pelo lugar onde estariam. Se fosse um onde, qualquer passo seria descer de um pico nos quais os pés estão sempre.