Follow by Email

quarta-feira, 30 de março de 2016

O problema não é o desejo, mas o apego

Aluno: Como lidar com as paixões e impulsos cotidianos?

Monge Genshô
- As paixões? As paixões se extinguem  se você sentar em zazen e olhar sua paixão, vai ver também que ela é vazia, toda paixão é vazia, ela é apenas um fenômeno temporário. Alguém me perguntou sobre comer, é errado ter desejo de comer? Não, não, ótimo fazer minha refeição, estar com desejo de comer, não tem problema nenhum, o problema não é isso, o problema é o apego. Se não tiver comida vou ficar desesperado. Ah, eu posso fazer jejum, é bom comer, mas eu posso também fazer jejum, então não estou preso, o problema é a sua prisão. 

É como o amor com outra pessoa, amar é algo maravilhoso, mas quando você quer possuir, ser dono, é ciumento, todas essa coisas vão ser fonte de sofrimento, porque não é o amor o problema, o problema é o apego. Nós temos pássaros aqui voando, podemos olhar e achamos maravilhoso, é ótimo isso, você ter esse amor pelos pássaros, vê-los bonitos, mas tem gente que não pode ver o pássaro, ele quer possuir, então ele vai lá e faz uma armadilha, prende o pássaro numa gaiola, fecha a gaiola e diz é meu. Não é loucura, isso? É completa loucura, mas os homens têm muito desses problemas, tem muitas pessoas que querem colocar outras pessoas na gaiola para possuir. Você tem que ter minha posição política, se você pensar outra coisa, você é meu inimigo, eu só estou satisfeito se os outros estiverem dentro de gaiolas, pensem como eu penso, façam como eu faço, etc. (continua)