Follow by Email

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

O orgulho atrapalha a nossa prática



(Continuação) Na nossa prática, nós fazemos oryoki, temos rituais de manhã e eu que não gostava de reverências agora faço prostrações. Confesso para vocês que agora faço prostrações e não sinto coisa alguma de resistência. Percebi com o tempo que quando alguém resiste a algo no treinamento é porque tem algo escondido dentro dele. Alguma coisa que está lá. Por que eu me incomodava com a reverência? Orgulho. Tinha a ideia de que “não me inclino perante nada”. Então quando uma pessoa tem muito orgulho e detesta prostrações a receita do professor é: “faça prostrações”. (Continua)