Follow by Email

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Não Existe Caminho Real




Pergunta: Eu tenho a impressão de que quando desisto e mudo de posição, o sofrimento piora. Então eu fico o tempo inteiro tentando encontrar uma outra posição e acabo incomodando o colega ao lado, por isso prefiro ficar sofrendo o zazen inteiro.

Monge Genshô: Tente o caminho do meio. Troque de posição uma vez e não duas, três, quatro. Há uma estratégia: quando não estiver suportando, troque de posição e espere. Na realidade, vai levar algum tempo na nova posição para as coisas ficarem muito difíceis. Mas não existe nenhum caminho fácil. Não existe uma pílula Satori-B que você tome e resolva. Também não existe nenhuma prática espiritual que seja o caminho real.

O caminho real é uma antiga anedota de um professor de Matemática que foi contratado para ensinar a um príncipe em uma corte da Europa. Ele era um gênio da matemática e o príncipe reclamou com ele que achava a matemática complicada, porque tinha que fazer exercícios e o professor respondeu: “príncipe, não existe caminho real para a matemática”. Você pode ser um príncipe, ou um lavrador: se quiser aprender, vai precisar treinar, estudar e se esforçar. Não existe o caminho real, ou o caminho dos príncipes para o Zen também. Buda recusou todas as castas, recusou todas as divisões, não importa se é homem, mulher, rico, pobre ou ignorante, não há um caminho especial. O único caminho é virya: energia e esforço.