Follow by Email

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Praticar Para os Outros




Pergunta: Se o praticante deseja a iluminação, a busca, por si só, não seria uma atitude egoica de querer se iluminar?

Monge Genshô: Sim, e é por isso que enquanto cultivar esse pensamento não conseguirá. Você tem que se sentar e tem que desistir de si mesmo, de suas ambições, de alcançar algo. Só quando você desiste é que você tem chance. Enquanto ambicionar, não conseguirá. Você tem que desistir porque é incompetente, e só quando se sentir assim, mas ainda continuar praticando, poderá conseguir algo, talvez nessa vida.

Pergunta: Seria desistir de tudo, menos da mente de zazen?

Monge Genshô: Sim, você tem que desistir de ter objetivos gloriosos, mas você não pode desistir da prática. Existe uma maneira para isso, que é não praticar mais para si mesmo. Sentar-se e praticar para os outros. Eu sou incompetente, mas talvez os outros que se sentam comigo e a quem eu ajudo, talvez alguém consiga. Eu não consigo. 
Se você pensar assim, então não pratica mais para você, pratica para os outros, e esse é um excelente caminho.