Follow by Email

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Samu


Samu e yoga na antiga sede da rua Hoepcke, em Florianópolis. Montagem Seikan.

A prática de samu, trabalho comunitário, é muito importante no zen. É preciso saber ouvir instruções sem discutir ou fazer observações, mesmo mentais, do tipo "acho que seria melhor assim...". Em suma, trata-se de um exercício de entregar-se e abdicar do ego e de todo orgulho.
Conta-se de monges ouvindo ordens contraditórias de seus superiores e fazendo as tarefas ora de um jeito ora de outro, e sendo repreendidos a cada vez. Se for capaz de agir assim sem protestar, mesmo em pensamento, agindo como uma folha batida pelo vento, ora para um lado ora para o outro, então ele conseguiu calar seu ego e sua mente cheia de opiniões.