Follow by Email

terça-feira, 27 de março de 2012

Desistir de si mesmo


P. E quando nós ouvimos uma música tocando, não é pensamento é só música, é difícil parar...

Monge Genshô: Não lute com ela, não tente parar, este tentar parar é sério problema. Tem uma piada Zen de um monge que perguntou para um mestre, o que eu faço para obter a iluminação? O mestre disse ah, isto é fácil, é só não pensar em macacos, no dia seguinte o monge, voltou tudo bem eu não quero mais nada, mas, por favor, me livre dos macacos. Se você pensar “não posso pensar nisto” este pensamento se tornará muito forte, muito invasivo, por isto não lute com nada, todos os pensamentos que se apresentarem só verifique que eles se apresentaram, e não pense que horror é isto, como eu sou mau porque sou assim, não você é assim mesmo, não tem problema, ninguém está ouvindo, você está silencioso na sua almofada nem o professor sabe o que está passando na sua cabeça nem precisa saber. Isto é você com você, não precisa enganar ninguém.Um grande problema que as pessoas tem em psicoterapia, é que eles querem iludir o psicoterapeuta, então contam estórias e representam coisas para ele. No Zen você não tem esta oportunidade de tentar enganar o professor, tudo o que você faz é sentar, o professor também não tem oportunidade de enganar os alunos porque os alunos estão olhando e aqui sentado a verdade aparece. No oryoki a verdade aparece, quem está distraído, quem não está distraído, quem está prestando atenção mesmo, não é? Quem está erecto, quem está comendo cuidadosamente isto aparece no corpo, mesmo que você tente fingir um bom tempo daqui a pouco você escorrega, não dá para fingir muito tempo no sesshin, no fim, se ficamos calados, nós vemos nos corpos, se falamos tentamos enganar com a palavra, então é nos corpos sentados e agindo, fazendo coisas, que nós vemos a verdade da prática, como está funcionando. Você pode ver em você mesmo e é muito bom quando a gente desiste de fazer qualquer representação, eu estou tão cansado que eu não agüento mais, eu vou sentar de qualquer jeito, vou trocar de posição, ah, tudo bem eu não estou tentando fazer mais nada, não estou mais tentando mostrar para o meu colega do lado que eu fico quieto, eu não agüento mais e quando você desiste isto é muito bom.