Follow by Email

terça-feira, 6 de março de 2012

Acordar da ilusão


Sem uma fé firme nisto que é o coração do ensinamento de Buddha, é impossível progredir muito na sua prática.
A segunda qualidade indispensável é um ensinamento de forte dúvida (daigidan). Não é uma simples dúvida, notem, mas uma dúvida maciça por que nós e o mundo parecemos tão imperfeitos, tão cheios de ansiedade, conflitos e sofrimentos, quando de fato nossa fé profunda nos diz exatamente que a verdade é o oposto.
(TEXTO) Então nós olhamos o nosso mundo cheio de sofrimento, cheio de problemas e no Buddhismo o ensinamento é: não, isto é perfeito e maravilhoso, tudo já é perfeito como é, quem está enxergando torto é você, tudo é contra a nossa experiência, é só sentando que a gente pode ver aquele lampejo maravilhoso, então talvez se possa ver tudo como maravilhoso e perfeito e atinge-se uma grande e perfeita felicidade, mas ela só é atingida passando por esta grande dúvida, porque o nosso mundo nos diz o contrário, o nosso mundo nos diz que nós nascemos e morremos e o Buddhismo nos diz o quê? Que o nascimento e a morte são delusões, que nós não temos mortes verdadeiras...

P. Mas existe um sofrimento...

Monge Gensho: Sim um sofrimento num mundo relativo, mas num mundo absoluto ele também é ilusório. Este sofrimento também é sonho, é um pesadelo, mas é sonho, se você acordar nem este sofrimento é real, as mortes não são reais, nada disto é, tudo isto é sonho interpretado, agora aquele que está dentro do pesadelo sofre, não sofre? Esta é a questão do Boddhisattva – não existem seres para serem salvos, no entanto o Boddhisattva vem ao mundo e ensina o Dharma e se esforça para diminuir o sofrimento no mundo, por quê? Porque aqueles seres que sonham estão sonhando ilusões, mas enquanto sonham sofrem terrivelmente porque quando você tem um pesadelo você sofre, não sofre? Não é completa ilusão o pesadelo? Estão torturando você, estão matando você, seus filhos estão morrendo, qualquer coisa assim, horrível, você chora e geme...

P. A angústia é a mesma...

Monge Genshô: Como se fosse verdade...você está lá gemendo, chorando e se contorcendo na cama e um amigo vai lá e sacode você e diz: acorda!acorda! E quando você desperta você vê que tudo aquilo era ilusão, não é? Muito bem, os Buddhas e Boddhisattvas são aqueles que sacodem os ombros dos que dormem, não é que aquele sofrimento não exista, por isto, por compaixão os Boddhisattvas sacodem os ombros dos que dormem, dos que tem pesadelos, existe sofrimento? Sim, Mas é ilusão este sofrimento.

(Comentários sobre texto de Yasutani Roshi em palestra)