Follow by Email

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

As vestimentas


Aluno – Qual a explicação para as diferentes cores nas roupas dos monges?

Monge Genshô – Quando você faz a Cerimônia de Jukai, antes você costura um rakusu para poder participar desta cerimônia e fazer os votos dos 16 preceitos. Na nossa sangha você usa uma cor preta, que é a cor da humildade, eu não vou aparecer, eu vou desaparecer, quanto menos aparecer melhor.

Quando você se ordena como Monge Noviço, você usa a cor preta. O kimono é branco, o Koromo é preto, e o manto é preto. Em 2008 eu fiz o Hossenshiki, que é uma cerimônia em que você se gradua como monge, você deixa de ser noviço e passa a ser Monge Aprendiz, “Zagen”. Aí você pode fazer limitadamente certas coisas se o mestre autorizar você. O Hossenshiki é um exame público em que o monge é interrogado por todas as pessoas e tem que responder sem exitar. Nós fizemos um aqui em 2008. Mas você continua usando preto, não muda nada de cores.

Em 2010 Saikawa Roshi me deu a transmissão, então eu deixei de ser “Zagen”, Monge Aprendiz, para ser “Osho”, que significa "mestre". A partir desse momento, você pode usar algumas cores, em geral marrom. Agora vou ao Japão para mais uma graduação e então vou poder usar um manto amarelo, que  a cor do manto de Buda. Vou ser Abade dos Mosteiros de Eihei-Ji e Soji-Ji por 1 dia, aí recebo esse reconhecimento da Escola Sotoshu. É por isso que as cores mudam.

Isso também pode causar perturbação, porque algumas pessoas acabam gostando muito, e esse aspecto institucional ou de carreira pode ser perturbador para o “eu”, então você tem que tomar muito cuidado com isso. Então, mesmo que em 2010 eu comecei a ser chamado de “Sensei”, aqui na sangha ninguém foi autorizado a me chamar de “Sensei” por 1 ano, eu não deixei, até que veio alguém de fora e me chamou de Sensei na frente de todo mundo, aí então isso começou a acontecer. Esse rakusu colorido eu ganhei de presente. Só usam rakusus coloridos na nossa linhagem os  graduados, em outras sanghas pode ser diferente.