Follow by Email

segunda-feira, 26 de junho de 2017

A Revolução Humana (parte 2/2)




Nós temos essa discussão frequentemente sobre a questão dos animais: as pessoas colocam no Facebook um sujeito que maltratou um cachorro - é um criminoso, é isso, é aquilo etc. Eu sempre tenho vontade de colocar um comentário assim: “você já foi a um matadouro? Você comeu galinha hoje na refeição? Vitela, quem sabe? Parece que sua piedade é só para cães e gatos, não é?” 

Há grandes doses de hipocrisia nesse nosso comportamento. Como ser humano, você perguntaria se é natural matar e comer os outros? Claro que é, perfeitamente natural. Afinal de contas, nós chegamos até aqui matando e comendo os outros seres. Foi assim. Mas a pergunta é: nós ainda somos aquele tipo de animal ou estamos nos transformando num outro tipo de ser? A nossa consciência está nos cobrando um outro tipo de comportamento? O que é que está acontecendo? Estas são as perguntas que tínhamos que fazer. 

Mais do que cultural, natural. Caçar é mais do que cultural: é natural. No entanto, se você perguntar aqui nesta sala se alguém é caçador, se alguém sai com armas atirando nos animais, a resposta é não. Mas nosso comportamento continua sendo semelhante.