Follow by Email

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Nossa Verdadeira Natureza


O que seria nossa verdadeira natureza? Não é quem nós somos, seres humanos, aqui e agora. Nossa verdadeira natureza está além de nascimento e morte. Nós somos seres do universo, manifestações cármicas do próprio universo, ou seja, ondas de energia se manifestando. Esse universo todo de manifestações nós chamamos no Budismo de vazio, ou shunya, em sânscrito. Essa palavra quer dizer: vazio de qualidades, intenções, impessoalidade. Não é um Deus, mas todas as manifestações são manifestações do próprio vazio e o vazio só se manifesta através das formas. 

Por isso o Sutra do Coração da Sabedoria, diz: “forma é vazio, vazio é forma”. É este o significado desta frase: KU SHIKI I FU. KU, em chinês arcaico, significa “vazio”, e SHIKI significa “forma”. Então o Sutra diz que uma coisa é a outra, e você não pode tirar uma sem tirar a outra. 

Isso significa que nós somos a vacuidade, ou seja, as formas são a vacuidade, e a vacuidade se manifesta como formas. Essa é a essência do Sutra do Coração da Sabedoria, que, por sua vez, é a essência de seiscentos Sutras da coleção Prajna Paramita, a 'Sabedoria da Outra Margem'. Prajna significa “sabedoria”; Paramita significa “da outra margem”. A coleção fala, então, da outra margem do rio da ignorância. Você atravessa o rio da ignorância e chega à outra margem.