Follow by Email

quinta-feira, 31 de julho de 2008

Barack Obama manifesta apoio ao 'povo do Tibete'


Barack Obama manifesta apoio ao 'povo do Tibete' em carta ao Dalai Lama
31 de Julho de 2008

DHARMASHALA, Índia (AFP) - O candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Barack Obama, enviou uma carta ao Dalai Lama apoiando os direitos do "povo do Tibete", afirmou um porta-voz do líder budista no exílio.

"Queria aproveitar a oportunidade para manifestar meu mais profundo respeito e meu apoio a sua missão e a seu povo nestes tempos tão críticos", escreveu Obama na carta, cuja entrega foi confirmada pela assessoria do Dalai Lama na noite de quarta-feira.

O rival republicano de Obama, John McCain, se reuniu na semana passada com o Dalai Lama para discutir a respeito do Tibete em Aspen, Colorado, onde o líder espiritual realizava um seminário cultural tibetano.

Obama, que estava de viagem reunindo-se com líderes mundiais, lamentou na carta que sua viagem tenha impedido que ambos se reunissem durante a visita do Dalai Lama aos Estados Unidos.

Mas afirmou que espera que sua carta e o encontro com McCain "tenham deixado claro que a intenção dos Estados Unidos de apoiar o povo tibetano transcende as divisões da competição política".

O secretário do Dalai Lama, Chhime R. Chhoekyapa, confirmou que haviam recebido a carta de Obama enviada no dia 24 de julho, mas não fez comentário algum.

Obama elogiou em sua carta as estratégias pacíficas do Dalai Lama e sua contribuição para promover o entendimento entre povos de diferentes culturas.

Após o encontro de McCain com o Dalai Lama na sexta-feira passada, a China o advertiu para que deixasse de "apoiar e conspirar com" o líder espiritual, considerando que o encontro afeta as relações entre chineses e norte-americanos.