Follow by Email

sexta-feira, 18 de julho de 2008

O carma gera esse "eu"? De certo modo, "eu" sou um resultado?


Exatamente, você tem uma identidade gerada por um carma e não uma identidade que carrega um carma. Quando o carma gera uma manifestação humana, ela dá-se conta de sua existência momentânea, portanto a percepção de um eu é fruto de uma operação e como tal transitória. Por isso podemos dizer que todos os agregados que formam um eu são vazios, vazios de uma existência inerente, per si, e assim , se realmente percebermos esta vacuidade de nosso eu todo o sofrimento se dissolve.