Follow by Email

domingo, 21 de junho de 2009

Que dizer?


P: O que dizer a quem perdeu um ente querido, como uma mãe?

R: Talvez algo assim:
- Sua mãe está conosco agora. Você se encontrou com ela muitas vidas antes e continuará sendo assim nas próximas. Vocês estão profundamente ligados e por esta razão são cármicamente destinados a se reencontrar...

Porém, eu sei que é magro consolo, porque o que desejamos é permanência, não promessas futuras, muito mais sabendo que os seres que se reencontram são manifestações cármicas que não são os mesmos EUS, que não tem memória alguma do passado.
Por colocarmos nossa felicidade na estabilidade das coisas em um mundo instável o sofrimento das perdas torna-se certo, só colocando nossa felicidade no fluxo da vida seria possível aceitar isto, mas para tanto é necessária uma revolução mental.