Follow by Email

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Portais do Dharma



"Os portais do Dharma são incontáveis, eu faço o voto de penetra-los", significa atravessa-los, transpo-los para uma nova realidade/etapa, da sabedoria. No entanto cada portal tem uma dificuldade que é seu guardião, e cobra do praticante uma senha/compreensão para ser transposto.
A situação pode parecer assim: primeiro o praticante se sente encantado com a promessa de alcançar algo com a prática, depois a prática torna-se árida mas ele tem uma ambição e por isso persiste, a seguir ele nota que teve ganhos mas parece que não avança mais e recai em erros que pensava que já tinha superado, idealizava a si mesmo, desanima, se queixa ao professor, que insiste que ande sem desistir, ele tenta e de repente , sem aviso, tem uma experiência maravilhosa, durante algum tempo há um entusiasmo, mas a seguir parece que não avança mais e tudo recomeça, no entanto ele não é mais o mesmo, sequer pode retornar, ele atravessou um portal e não se pode retornar a ignorância anterior, só se pode mirar para o próximo portal, e eles são incontáveis.