Follow by Email

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

A vida se mostra a cada passo


Cabana para residentes, mosteiro de YokoJi, CA, EUA.

P: Me sinto cheia de temor, pavor, tenho medo de recomeçar de tentar novos caminhos ou mesmo velhos. Voltar atrás também me amedronta.

R: Entendo perfeitamente o que você narra. Isto é uma prisão no passado, cada momento é completamente novo, e se soubermos descartar o passado como um mero sonho podemos continuamente recomeçar, porque viver é somente isso, transcorrer por um tempo que não cessa. Porem o tempo é um ponto no qual tudo está contido, nele o passado só existe porque o acalentamos como memória, e o futuro é mera estimativa, assim a consistência de tudo é a de um sonho que ocorre em nossa mente. Por esta razão a vida é feliz para quem abandona passado e futuro, e simplesmente anda sentindo o caminho embaixo de seus pés. O título do blog é O Pico da Montanha, porque este momento é o pico e o auge da vida, nenhum evento para recordar e nenhum para ambicionar, a vida é só andar, e se você a perceber como o Pico da Montanha, seus pés estarão sempre no topo do mundo e tudo já está plenamente realizado, pode-se morrer agora mesmo sabendo que nossa vida está plena. Pratique zazen e se aprofunde até que tudo se torne claro, a felicidade se instalará independente de qualquer coisa que haja sucedido.