Follow by Email

quarta-feira, 20 de maio de 2015

JIRIKI – O CAMINHO DO ESFORÇO DE BUDA

Aluno: Existe um budismo que não trabalha com esforço?  

Monge Genshô: O budismo do tempo de Buda é um budismo de esforço próprio, como podemos ver pela própria história de Buda. Ele se esforçou, ele estudou, ele meditou, ele treinou. E o que ele ensina para os seus discípulos é isso. Mais tarde surge uma corrente no budismo que diz que isso é só para alguns. Algumas pessoas tem energia para se esforçar realmente. Eu sei, falo para muitas plateias. E de cada plateia, quantas pessoas começam a praticar realmente o caminho espiritual? De cada cem, uma ou duas. Os outros não fazem isso. Eles ouvem, são influenciados, são tocados por aquilo e depois saem comentando. Serve para sentar numa mesa de bar e explicar a filosofia budista, fazer grau com os amigos. Também serve. E isso não é ruim. Mas, não é o caminho espiritual. 

E por isto na Escola Soto, Dogen já ensinou assim: sente, sem procurar atingir a iluminação, só pratique aqui sentado porque já é uma mente iluminada a mente sentada ou tem grande potencial de ser. Não tente alcançar nada porque se você ambicionar alcançar isto também vira outra armadilha. Uma mente aquisitiva, um materialismo espiritual, a tentativa de obter algo para si mesmo. Não precisa. Só sente e olhe, mais nada.