Follow by Email

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Palavras ou exemplo?




Palavras  Buddha costumava retirar ao fim dos seus discursos, tal sua desconfiança em relação a sua imprecisão. Nós as usamos, porque embora muito imperfeitas, é tudo que temos. Mas Buddha mesmo avisou que haveria tempo em que restariam só os ensinamentos e a iluminação estaria perdida, e haveria tempos ainda mais obscuros em que só restariam rituais e mesmo os ensinamentos estariam distorcidos. Assim observe os mestres para saber se eles são só palavras vazias e não agem de acordo com os ensinamentos, a estes, outros mestres do passado, deram o epíteto de charlatões. Por isto não são as palavras a essência mas o exemplo.