Follow by Email

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

O sofrimento é um caminho muito curto



Aluno: Em várias religiões é possível notar que para qualquer tipo de iluminação há uma necessidade de sofrimento, de dor. É isso mesmo? Precisamos dessa dor?
Monge Genshô: Não, não precisa. Mas o sofrimento é um caminho muito curto. Vou fazer um paralelo. Se nós estamos sentados em Zazen e dói, há grande desconforto. Se o desconforto for muito grande, você não pensa em outra coisa, você só quer que toque o sino. Então um grande desconforto não ajuda. Algum desconforto é ótimo. Porque nós como seres humanos só procuramos o Dharma porque nossas vidas não são perfeitas, se elas fossem maravilhosamente perfeitas, se tudo que nós quiséssemos desse certo, fosse maravilhoso, fôssemos amados, tudo perfeito nós não o procuraríamos.
Dizemos assim: A vida dos Deuses. Os Deuses não procuram o Dharma, os homens procuram o Dharma porque suas vidas são mescladas de prazer e dor. Porque existe prazer e dor então procuramos o Dharma, procuramos solução, isso é o que acontece com os homens.