Follow by Email

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Impulsos Cármicos




Todos os eventos têm causas pregressas. Não há um evento que possamos olhar e dizer que não há causa anterior. Nós somos responsáveis pelo movimento que faz com que permaneça existindo o redemoinho (nosso ego). Nós geramos um movimento pela nossa própria existência que nos sustenta carmicamente e que faz com que este carma se manifeste novamente.

Foi isso o que aconteceu antes, no passado: eu gerei um movimento anterior que me fez nascer nestas condições, com este tipo de corpo, aqui, neste lugar. Havia impulsos pregressos que fizeram com que eu existisse agora, e se eu continuo gerando movimento através das minhas ações, pensamentos, palavras, este movimento, que são os impulsos cármicos, manifestar-se-ão numa próxima existência com as mesmas características. Então, tendemos a repetir vidas, assim como nesta vida tendemos a repetir o mesmo tipo de erro. Vamos lá e cometemos um erro. Depois vamos lá e cometemos de novo o mesmo erro. Aí nos perguntam: “mas por que é que você faz isso?” E nós dizemos: “não sei, eu sou assim, esse sou eu”.

O Budismo não aceita bem isso, porque você pode mudar o seu carma. Então, esse é você, mas você pode mudar.

(CONTINUA)