Follow by Email

sexta-feira, 6 de julho de 2018

Sobre Sutras e Práticas



Numa famosa palestra, um Mestre Zen faz uma pergunta e um Monge responde assim: “no Sutra tal está escrito isso”. E o Mestre, perde a paciência com ele, e diz: “não me dê as palavras de Buda, eu não gosto das palavras de Buda, me dê suas próprias palavras”.

Citar palavras dos outros é muito fácil, e palavras dos outros vemos constantemente na internet, e de modo muito fácil conseguimos achar de tudo, principalmente com a ferramenta "google" à disposição. Conseguimos pesquisar como estava escrito em determinado sutra, mas eu teria que perguntar: isso é aplicável hoje? É? É aplicável hoje ou não é? Se não é aplicável hoje, então não interessa. Interessava para aquele momento, não para agora.

No fim do Vinaya, Buda disse: “as regras podem ser alteradas, é isso que os Mestres têm que fazer”. Senão um dia vão dizer: “porque o Monge tal fazia dessa forma, todos vamos fazer”, sem que isso faça sentido. 

Você não pode perder de visa os princípios, que não podem ser movidos, então se você está causando sofrimento é errado. Se não está causando sofrimento, então está fazendo bem.

[Trecho de palestra proferida por Genshô Sensei]