Follow by Email

domingo, 20 de abril de 2008

A questão de Upasiva sobre o existir do iluminado


Nas "questões de Upasiva" Buda responde de forma a deixar claro que a questão de extinção cármica coloca o ser além da possibilidade da declaração de existir e não existir. Na interpretação corrente no zen a identidade própria não tem mais sustentação, porém esta extinção do "eu" e dos impulsos cármicos não significa um "nada" ou um não existir:

Upasiva:

Aquele que alcançou o fim:
ele não existe, ou ele é eterno,
livre da aflição?
Por favor, sábio, explique isso para mim
pois esse fenômeno é do seu conhecimento.

O Buda:

Aquele que alcançou o fim
não existe um critério
pelo qual alguém possa assim dizer -
para ele isso não existe. (ou "ele existe" ou "não existe")
Quando todos os fenômenos são eliminados,
todos os meios de linguagem também são eliminados.