Follow by Email

segunda-feira, 1 de junho de 2015

A HISTÓRIA DO ZEN (Parte I)

(Foto de Eihei-Ji)

Dogen é o fundador de nossa escola no Japão, e antigamente na China ela chamava-se Tao Chung, e essa escola foi trazida da China para Japão por Eihei Dogen, aí pelo ano 1237. Eihei Dogen sofreu muitas tribulações, foi perseguido e por isso fundou o Mosteiro de Eihei-Ji nas montanhas, ele se isolou para poder continuar ensinando, tal o volume de perseguição que ele sofreu. Monastérios foram queimados, porque havia oposição aquele tipo de budismo que estava vindo da China por parte de seitas budistas que estavam lutando pelo poder.

Então, Dogen morreu em 1253, e ele tinha um seguidor muito fiel, Koun Ejo, que viveu de 1198 a 1280. Ele sucedeu Dogen em Eihei-Ji e estava secundado por Tettsu Gikai, estes são os últimos nomes que recitamos hoje de manhã na cerimônia de Chokka, na dedicatória do Sutra do Coração. Ele havia recebido a transmissão, mas também havia recebido a transmissão de Kakuan, sucessor de Daini Shinonin, chefe da Darumashu, escola da qual procediam os principais discípulos de Dogen. Em 1259, Ejo encarregou a Gikai que fosse à China para recolher as tradições que iriam desaparecer, a fim de reforçar os fundamentos doutrinais e a legitimidade da nova escola, Soto. Então a escola no Japão tinha adotado o nome de “Escola Soto”.


Gikai regressou com ensinamentos esotéricos e rituais que no tempo de Dogen estavam quase ausentes. Os Monges, muitos que tinham aprendido com Dogen, não aceitaram esses ensinamentos esotéricos. Por isso em 1267, Ejo já velho, se retirou e deixou seu lugar para Gikai que foi então o terceiro Abade de Eihei-Ji. Aí se instalaram grandes dissensões dentro de Eihei-Ji, pois Gikai tinha recebido a investidura na Escola Soto e na Rinzai, e servia à essa dupla herança e alguns monges liderados por Gien, que faleceu em 1314,  o acusavam de desnaturar os ensinamentos de Dogen. Em 1280, quando Ejo morreu, Gikai então foi expulso de Eihei- Ji pelos monges, e houve uma verdadeira revolta dentro do Monastério de Eihei-Ji quando Gikai foi expulso. Esta foi a grande crise do início da Escola Soto no Japão. (Continua)