Follow by Email

sexta-feira, 12 de junho de 2015

MEDITAÇÃO E ZAZEN

Pergunta: Então posso dizer que o estado da mente é esse estado calmo, livre, naturalmente na meditação, porque quando tentei meditar, fiquei tão preocupada pensava: "Isso não vai acabar nunca, estou muito doente, porque a mente não para. Será que isso tem cura? Será que a gente consegue parar de pensar?" Então é possível?

Monge Genshô: é possível para qualquer pessoa normal. Só não é possível se você estiver doente realmente. Se você for uma pessoa razoavelmente normal, vamos dizer com problemas normais, insônia, preocupações, ansiedades, sim, é possível. Se a pessoa tem bipolaridade, tem esquizofrenia, paranoia, ela precisa tomar medicação. Não é caso de meditação. Ela tem que realmente se tratar com psiquiatra e aí estando mais equilibrada, pode acrescentar a meditação. Com acompanhamento a gente pode diminuir a medicação, pois é bom para saúde, porque tem efeitos colaterais e mantém a pessoa em um estado razoável. 

Mas a prática da meditação para as pessoas normais muda completamente a maneira de viver. A pessoa atinge um outro patamar de felicidade e tranquilidade. Mas este não é o objetivo final do Zen e do zazen. Esse é um subproduto desejável, mais inicial da prática. Com a prática da meditação você atinge um outro nível de felicidade e tranquilidade na vida. Mas o objetivo do Zen e do zazen mesmo, é a iluminação, que é um patamar muitíssimo mais alto do que esse que estamos falando. Nós estamos falando do que acontece com o praticante no início da sua vida com a meditação. É por aí que todo mundo começa. Ninguém começa Buda. Todo mundo começa do começo.