Follow by Email

segunda-feira, 9 de abril de 2018

Se há Fé, há Dúvida



Quando alguém diz ou fala sobre deuses, este alguém está falando sobre um pequeno aspecto ou interpretação daquilo que ele está vendo - ele tem uma visão parcial do universo e achou uma explicação para se agarrar. É por isso que as religiões são baseadas em fés, porque não há nada que dê suporte àquilo. Quando uma coisa é bem suportada pela realidade, ninguém pede fé a você sobre ela. Eu nunca vi ninguém dizendo assim: “por favor, acredite, a gravidade existe”. Ninguém diz isso. Não tem nenhum pregador dizendo “a gravidade existe, acreditem, acreditem”, ou repetindo toda semana, porque toda semana qualquer um que tropeça cai, bate com a cabeça no chão, toda semana você quebra alguma coisa que cai em casa. Então, como a evidência está transparente, é empírica, a experiência mostra a todo momento que as coisas são assim. Ninguém solicita fé. Quando alguém solicita fé a você, que acredite em algo, na realidade é porque há dúvida. Se não houver dúvida, não existe fé. É por isso que nós dizemos que o budismo não se baseia numa fé, mas sim numa grande dúvida. 

[Trecho de palestra proferida por Monge Genshô Sensei]