Follow by Email

sexta-feira, 17 de abril de 2015

CORTANDO OS FIOS DA IGNORÂNCIA



O segundo voto é: “As paixões são inexauríveis, eu faço voto de extingui-las todas”. 

As paixões, os ventos que me arrastam de um lado para o outro são inexauríveis, eu reconheço, são inextinguíveis, estão sempre renascendo, mas faço voto de extinguí-las todas. Esse é um dos símbolos de raspar a cabeça dos monges. Os fios da ignorância ou das paixões estão sempre renascendo, então a gente pega a gilete e raspa e eles continuam lá, renascendo, sempre renascendo. Então você rememora isso quando raspa a cabeça, as paixões estão ai renascendo dia a dia. Minha vontade de ser bonito tá sempre renascendo ai eu vou lá e raspo. Isso é o que a gente chama prática, prática simbólica dos Monges. É mais difícil para as Monjas, eu tenho certeza. Não é Jikihô san?
Monja Jikihô: Eu acho que essa é a menor das vaidades.
Monge Genshô: Acho que é mesmo.